sábado, 5 de febrero de 2011

Группа Пелагея - Тропы [Russia - 2010]

[GRUPPA PELAGEYA - TROPY]

A música popular russa está sendo reinventada por jovens músicos com menos de trinta anos. A líder desse renascimento chama-se Pelageya, jovem cantora nascida em 1986 (Julho/14) na cidade de Novosibirsk, centro cultural e industrial da Sibéria Ocidental, e dona de uma voz poderosa e de uma proposta musical que vai ao encontro da nova Rússia que vem retomando o orgulho de suas glórias passadas. Não é à toa que ela adquiriu pelos mass media de seu país a alcunha de "tesouro nacional russo": basta ouvir qualquer um de seus discos para perceber que é uma música que oscila entre o popular, o clássico e o moderno.

No entanto, ela possui uma clara propensão para a autenticidade, com mistura de elementos aparentemente incompatíveis: num só disco oscila da música cossaca ao estilo de Zhanna Bichevskaya à Casta Diva, da Norma de Vicenzo Bellini, passando por um tema do filme hollywoodiano "Missão Impossível". Tudo soa como profundamente russo, e ao mesmo tempo como novo.

O primeiro disco lançado por seu grupo musical em 2003 (grupo e primeiro disco levam seu nome) reúne canções compostas por ela mesma durante a infância. Utilizando os meios mais minimalistas de expressão, os jovens e excepcionais músicos que a acompanham estão a tentar desenvolver o que a moça da Sibéria começou há muito tempo, como eles mesmos o afirmam: reunir numa só proposta "músicas modernas”, bem como as antigas tradições, o desejo de trazer a juventude de hoje para o canto popular autêntico russo; esforço constante para estar a par com o que o melhor da música moderna avant-garde oferece; interminável busca de um estilo próprio, enquanto ao mesmo tempo livremente experimenta o melhor das modernas realizações musicais; experiências com técnicas de som e vocal; e tentar trazer de volta ao palco a canção como uma verdadeira performance teatral, “a canção como um mistério".

Não é medíocre a ideia: "Onde quer que o grupo viaja com performances, que não deixa indiferentes os espectadores para trás. Todo esse conhecimento constrói o exército de admiradores do grupo Pelageya. Não se iludam, essas pessoas não são apenas suas fãs, elas são também os que estão procurando a verdadeira música, que está contemplando o que é música na sociedade de hoje: mera pipoca, ou o alimento para a alma, o que pode provocar catarse espiritual".
Adaptado de: MUSICA_PARA_PEREGRINOS

O álbum duplo “Тропы” (Trilhas) aqui apresentado é uma síntese desses anos de trabalho, mesclando canções já registradas em “singles” anteriores, com inéditas e com algumas que somente haviam sido apresentadas nos palcos.

MÚSICAS:
CD 1
1. Prelyudiya – Прелюдия
2. Oy, da ne vecher – Ой, да не вечер
3. Kolechko – Колечко
4. Oboroten-Knyaz – Оборотеь-Князь
5. Fioletovye sny – Фиолетовые Сны
6. Golubushka – Голубушка
7. Mamka – Мамка
8. Dryoma (kolybelnaya) – Дрёма (колныбельная)
9. Omut – Омут
10. Step – Степь

CD 2
1. Ptashechka – Пташечка
2. Snejochki – Снежочки
3. Bylinka – Былинка
4. Polnochnyy Vsadnik – Полночный-Всаднтк
5. Gayu-gayu – Гаю-гаю
6. Rosy – Розы
7. Stariki – Старики
8. Derevnya – Деревня
9. Mamina bossa nova – Мамина bossa nova
10. Tropy – Тропы
11. Pri lujku – При лужку

Veja o vídeo:


Músicos:

Pelageya Hanova – vocal
Svetlana Hanova – letras das canções, arranjos, mixagem, administração
Pavel Deshura – guitarra (arranjos e mixagens)
Dimitriy Zelenkskiy – bateria, vocais
Aleksandr Savinyh – baixo, vocais
Anton Tsypkin – bayan (acordeon), teclados
Artur Serovskiy – percussão
Mihail Gorshenev – dueto vocal em “Pri Lujku”

MEGATROPY
RAPIDTROPY

0 comentarios:

Publicar un comentario